O noticiário local como diferencial para atrair leitores

2016 deve ser o ano em que os jornais terão que se preocupar mais com o noticiário local como uma forma de buscar diferenciais informativos capazes de manter seu público leitor atual. A previsão foi feita por David Skok, editor chefe do jornal norte-americano Boston Globe. No artigo intitulado “Distributed Content needs local news”,  ele afirma que a maioria dos jornais está concentrado o seu noticiario em assuntos nacionais e internacionais, o que acaba fazendo com que todos eles fiquem muito parecidos porque acabam recorrendo às mesmas fontes.

Skok garante que o noticiário local podem criar diferenciais importantes para o leitor, além de aproximar os jornais do seu público mais próximo. Segundo o editor do Globe, 2016 deve marcar também a consolidação da tendência da imprensa em direção ao noticiário distribuído em múltiplas plataformas, como tablets, smartphones, notebooks e computadores de mesa.

Reproduzimos a seguir dois parágrafos (em inglês) do artigo de David Skok, que pode ser lido na íntegra, aqui.

Currently, local reporting appears to be an afterthought on these social platforms. On a random Monday afternoon in December, as I sat at my desk in Boston, scanning my social media outlets, only three percent of the stories that appeared on Facebook and Twitter’s curated Trending and Moments feeds qualified as local news. And when I clicked on one of the few local trending stories that did appear, I was served with an article published by Fox News instead of one sourced from the local entity that originally broke the story and which likely had better sourcing on the ground…

…I’m lucky enough to work at a regional publication which holds the dominant footprint in New England and a wide national audience, and so, even though we haven’t yet been fully embraced by these social platforms, we know that we’ll be in the conversation when their efforts are rolled out further. But what about smaller city and regional publications? How will they compete in a world where 97 percent of the curated news on a random day is not local? Most importantly, what will be the impact on citizens who, instead of wading through a partisan filter bubble, will instead have to filter through a national/local bubble? Imagine how different our world would have been if there was no local news on television.

Fonte: http://observatoriodaimprensa.com.br/curadoria-de-noticias/o-noticiario-local-como-diferencial-para-atrair-leitores/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>